quarta-feira, 15 de junho de 2011

Borges e a chuva


Renée Magritte


La lluvia



Bruscamente la tarde se ha aclarado
porque ya cae la lluvia minuciosa.
Cae o cayó. La lluvia es una cosa
que sin duda sucede en el pasado.

Quien la oye caer ha recobrado
el tiempo en que la suerte venturosa
le reveló una flor llamada rosa
y el curioso color del colorado.

Esta lluvia que ciega los cristales
alegrará en perdidos arrabales
las negras uvas de una parra en cierto

patio que ya no existe. La mojada
tarde me trae la voz, la voz deseada,
de mi padre que vuelve y que no ha muerto.

Jorge Luís Borges



A Chuva

Bruscamente a tarde se há desanuviado
Porque já cai uma chuva minuciosa
Cai ou caiu. A chuva é uma coisa
Que, sem dúvida, sucede no passado.

Quem a ouve cair há recobrado
O tempo em que a sorte venturosa
Lhe revelou uma flor de nome rosa
De tão peculiar avermelhado.

Esta chuva que escurece os vidros
Há de alegrar os subúrbios perdidos
As uvas pretas de uma parra em certo

Pátio que já não existe. A molhada
Tarde me traz a voz, a voz desejada,
De meu pai que volta e que não morreu.


lido aqui

5 comentários:

André Domingues disse...

Olá, José!

Cuidado com: "se há desanuviado" e "há recobrado" na tradução(?) portuguesa! Abraço!

vanda disse...

Que engracado...vi o teu blog no blog da minha amiga Lara,e o titlo chamou-me a atencao...em Grego(onde vivo agora) quando o mar esta calmo nos dizemos''η θαλασσα ειναι λαδι...'' que significa o mar parece azeite...ou seja calmo, sereno!
Nao sabia que tambem havia esta expressao em Portugues!
Ola, eu sou a Vanda.

Elza disse...

Obrigada José por esta chuva de Borges.

josé ferreira disse...

Olá André
Claro que estou de acordo com a tua chamada de atenção mas como tinha retirado de um blog resolvi respeitar a tradução que estava feita, e escrevi "lido aqui".

Olá Vanda
Seja bem-vinda a este espaço de poesia. A expressão "mar parece azeite" foi retirada das palavras de um poeta italiano, Cesare Pavese, realmente com o significado de um mar bonançoso. Foi para mim uma surpresa que fizesse parte de uma expressão do quotidiano na Grécia, mas faz todo o sentido, já quanto à fonte de Cesare Pavese ser a Grécia fica a dúvida.

Olá Elza

Obrigado pela tua atenção e pelos muitos comentários.

vanda disse...

Obrigada pela explicacao para o titlo do blog! Gostei de saber, e sem duvida irei visitar este espaco lindo mais vezes!