domingo, 19 de outubro de 2008

Um e-mail para um Amigo

Caro José,

Como me pediste e te prometi, aqui estou a dar-te, notícias nossas.
Gostei muito de saber que estás bem e o teu trabalho, aí, no Canadá, é interessante e muito bem pago! Aqui, é o sufoco do costume e que te fez ir para outras paragens.
Já tenho pensado se não seria boa ideia sair deste país cada vez mais pobre e decadente! Estou a ficar farto, José!
Continuas impressionado com as miúdas canadianas? Pelo que me contaste, são giras, loiras mas espertas, desempoeiradas e... gostosas( palavra tua!)! E, tu lá sabes!
Qualquer dia, dou uma escapadela e vou visitar-te. Talvez vá sozinho, o que até nem seria de todo mau, porque a Marina não deve poder ir. Ela é, como sabes, uma mulher muito ocupada, tão activa que, às vezes, quando, de manhã, me diz o que tem para fazer, durante o dia, fico tão cansado que me apetece ir dormir, outra vez!
Ela continua a advogar, dá aulas na faculdade, em Coimbra, aprende Alemão e já se desenrasca muito bem, aperfeiçoa o Inglês que já está mais do que aperfeiçoado, faz yoga, vai ao ginásio e... leva a cadela à escola!
Não te rias José, é assim mesmo!
Lembras-te da cadela que, como tu dizias, era tratada como um bebé? Agora cresceu e vai... à escola !
Já tive de ir também a uma aula, imagina, mas não tenho jeito nenhum e ainda estava mais nervoso do que a "cadela-aluna"!
Alguns maduros e maduras, diga-se, que também levam os cães à escola, aprender, ainda não percebi o quê, organizam passeios e festejam os anos dos bichos, com bolo, champanhe e tudo! Tremo só de pensar o que me aguarda em Fevereiro, quando a canina cá de casa fizer anos! Talvez aproveite e vá ter contigo, que dizes?
A Marina foi há pouco buscar mais uma cadela a um abrigo de cães abandonados. Foi um gesto bonito que até me comoveu!
A cadela que escolheu é muito meiga, agradecida e sossegada. Não vai (ainda) à escola, não está estragada de mimo e até gosto dela!
O pior é que agora é mais uma a dormir no quarto connosco. Esta dorme do meu lado,
no tapete e eu já ía dando um tombo monumental, uma noite, porque me esqueci dela e tropecei miseravelmente! É muito jardim zoológico para mim,Zé!
A mulher da minha vida, quis fazer de mim, jardineiro. Comprou umas plantas e indicou-me onde as queria plantadas, enquanto ía com a cadela-princesa à escola. Fiz o meu melhor mas, pelos vistos, troquei-as todas. Para crescerem mais depressa e mais fortes, pus bastante adubo na raíz. Morreram todas e... a Marina passou-se!!
Ela diz que estou a ficar rezingão e peguilhento! Será, José?
Adoro a Marina.Ela é a mulher que quero a meu lado, muito bonita, inteligente, moderna, independente e activa, como aliás, e tu sabes, aprecio! Mas, amigo, tanta actividade, também é demais!
Temos dias que nos vemos de fugida e quase não conversamos.
Eu, por muito tarde que venha para casa, chego quase sempre primeiro. Aborrece-me chegar e a casa estar ainda fechada e às escuras, com a cadela aos saltos para ir ao jardim. A outra fica sempre lá fora, durante o dia! Há aqui uma certa hierarquia canina, que não me agrada. Mas, enfim...
Jantamos fora ou, mandamos vir a refeição de fora, quer dizer, mando vir a minha refeição de fora, porque a Marina come saladas e fruta. Nem sei como ainda não está às cores, com tanta fruta e salada! Mas, lá que tem uma figura gostosa, como tu dizes das canadianas, isso tem!
Ao Domingo, como nos levantamos tarde, praticamente não se come! Comida de panela, percebes?
E, que saudades eu tenho do bom assado de Domingo, do leite creme, do pudim! E, como eu gostava de chegar a casa, estafado e ter a receber-me, uma casa quente e iluminada, e aquele cheiro bom da comida caseira, apetitosa! E, a Marina serena e sem ter mais uma "coisinha" para estudar ou um "desgraçado" trabalho para acabar, num stress tão grande que, além de esganado de fome, fico também stressado!
Isto, José é só um desabafo, Amigo! Que só posso ter contigo!
Mudando de assunto, que me dizes da nossa selecção? Na minha opinião é um completo desastre! Os gajos parecem umas meninas melindrosas a jogarem de salto alto e saia travada! Parecem umas frágeis gueixas, a arrastarem-se, pelo campo, com passinhos suaves e curtos!
O jogo com a Albânia foi uma vergonha! Ainda não estou em mim! Os jogadores ganham balúrdios mas não vestem a camisola, nem comem a relva! Assim não vamos a lado nenhum!
O nosso Porto é que nos vai dando alegrias e a taça vai ser nossa, outra vez, tu vais ver!
É o FCP do nosso contentamento, José!
Por aqui, têm aparecido uns restaurantes novos, muito simpáticos e uns pubs óptimos para bebermos um copo e conversarmos pela noite fora, quando vieres cá passar uns dias, ao nosso burgo.
Vou terminar por hoje. Cuida-te, diverte-te e namora muito!
Mas, primeiro, certifica-te se a miúda tem cães e jardim. Se tiver, , nem que seja só uma dessas coisas, dá o salto, José! Olha que corres o risco de dormires tu, no tapete e o cão ou a cadela, na cama, com a garota gostosa,(palavra tua!)e teres de plantar florzinhas, no jardim, ao Sábado à tarde!
Quem te avisa...
Um forte abraço, do amigo,

Francisco.


Nota: Receio que este não seja o tipo de texto, politicamente correcto, para figurar num blog, tão bonito e de tanta qualidade, dedicado à Poesia. Se assim for, peço muita desculpa mas, decidi que este 4º e último trabalho de casa deveria ter um registo diferente, deveria ser mais leve, mais descontraído e até mesmo, um bocadinho divertido! Texto mais sério, talvez amanhã!
A verdade, meus queridos Amigos, é que este Francisco que agora vos "fala" se divertiu muito a escrever este e-mail e tem uma tendência danada para ser politicamente incorrecto e... desalinhado!

Maria Celeste Carvalho

4 comentários:

blankbluebooker disse...

também gosto de desalinho... e tem piada, não sabia que o porto tinha ganho a taça! :)
R

José Almeida da Silva disse...

Deliciei-me com o texto (é que também gosto tanto de leite creme queimado!). A Celeste vestiu muito bem a mentalidade masculina. E trouxe-nos as inquietações e os desejos íntimos do Francisco. Até, nos conselhos, ao seu amigo José! Parabéns.

José Almeida da Silva disse...

O texto não afirma que o FCP ganhou a taça! Sugere o desejo do Francisco, Raquel.

Maria Celeste Carvalho disse...

Era isso mesmo, Zé! Obrigada!