segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

não sei o que é conhecer-me




não sei o que é conhecer-me.
não vejo para dentro.
não acredito que eu exista por detrás de mim.

Alberto Caeiro

1 comentário:

Vértice Redondo disse...

belo poema do grande Caeiro.

Belo blogue, que de «azeiteiro» não tem nada (risos)

voltarei,
Bom Ano
Gavine Rubro

www.psico-soma.blogspot.com
www.ecleticoazulruafm.blogspot.com