domingo, 23 de novembro de 2008

um outro olhar...(5)


“as raízes do amor…”

nós somos uma raiz
ou seríamos duas e nos transformamos numa só?
vivemos a nossa vida debaixo de terra
sempre ligadas por este beijo eterno

até que um dia

fomos arrancadas lá do fundo, sem saber porquê
vimos o sol e a lua, os pássaros e as pessoas
demos voltas e mais voltas, mas, apesar de tantas mudanças
estivemos sempre ligadas por este beijo eterno

e de que será feito este beijo?

será um beijo dado olhos nos olhos?
com partilha, afecto… e verdade?
terá nascido de uma pequena semente e foi crescendo?
e terá dado sempre tempo ao tempo?

serão estas as raízes do amor?

1 comentário:

imensa disse...

gostei da simplicidade e da profundidade que nos permite faze-la ao longo da leitura deste poema.

a proposito, às vezes levo-me por uma imagem, outras vezes levam-me a uma imagem.

beijo imenso