segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

NASCIMENTO

Acordei e és a minha casa
O meu colo embala-te em vida
Sonhei e és o meu sorriso
O meu coração a tua música

Cresces dentro, bem perto
Numa história nunca escrita
Há um tempo diferente na minha pele
Que se estende na tua

Um tempo eterno e tão breve
Que nos muda e em nós fica
Uma magia infinita
A colorir de amor
A cor cinzenta da dor.


Liliana de Castro

Sem comentários: