quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

o meu filho é um poeta

.
o mar é como um ser poderoso
que me recebe no seu palácio e
traz ondas para eu nadar e
empurra as coisas que eu construo na areia
como se quisesse brincar comigo.
.
o mar é um amigo.
.


Pedro Miguel Ribeiro
dois.dezembro.doismiletreze

2 comentários:

O Puma disse...

Na vida há HOMENS incomensuráveis

josé ferreira disse...

Parabéns ao novo poeta que se revela assim, de forma tão "poderosa", no domínio das palavras, dos versos e das ideias :)