sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Porque se tenta

"Sapiãos"



Do sono, a dependente plena vigília
nunca se perde um só instante!

De regular cadência, os dias
podendo-se
dia como primeiro, como última a noite!

Porque se tenta
assim, o sempre tão simples!

1 comentário:

Mar Arável disse...

Na coomplexidade

do simples

Belo